Lá aonde nós vamos

Lá aonde vamos
Que tal desfazer os novelos, jogar o que não presta fora?

Que tal prestar atenção ao que nos faz bem e que vale a pena ser com demora?

 

Que tal ficar um instante até perder-se em mim e eu me reconhecer em ti?

Que tal sairmos sem destino, confiando apenas no que sentimos?

Lá aonde nós vamos não precisamos de estradas.

Sabemos como construir pontes, até que o horizonte se revele e o sol desponte.

Michelle Araújo, 31/10/14.

Anúncios

4 comentários em “Lá aonde nós vamos

  1. Viva!
    E ainda deu tempo de “lê” antes de “corrê”!
    Um beijo pra meu pai, pra minha mãe e pra você!
    😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s