Lá aonde nós vamos

Lá aonde vamos
Que tal desfazer os novelos, jogar o que não presta fora?

Que tal prestar atenção ao que nos faz bem e que vale a pena ser com demora?

 

Que tal ficar um instante até perder-se em mim e eu me reconhecer em ti?

Que tal sairmos sem destino, confiando apenas no que sentimos?

Continuar lendo “Lá aonde nós vamos”

Anúncios