Felicidade revisitada

“As coisas que não conseguem ser olvidadas continuam acontecendo”.

Mário Quintana, esse querido

poeta  das coisas e sentimentos mundanos, bem sabia que uma emoção adormecida, mas latente, um dia pega a gente de surpresa, dá rasteira,  toma um fermento daqueles, dobra de tamanho, faz a gente agir um tanto estranho, não nos deixa descansar.
image

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s