Eterno Drummond

Estive ausente, eu sei. Mas, como bem escreveu um dos nossos grandes poetas, Drummond – o eleito para o post de hoje:
“Não há falta na ausência. A ausência é um estar em mim”.

Desta forma, não estive em falta, só fiquei um pouco mais introspectiva neste período. E como estar em dia com a poesia, é também estar em contato comigo mesma, retorno mais plena e feliz.

Volto com um novo VideoPoema (Ok, nem tão novo assim, pois ficou um tempinho adormecido, na “gaveta”). Espero que gostem.

Deixem seus comentários após o sinal!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s