Who is Alice Ruiz?

Você já teve a sensação de que um texto escrito por alguém poderia ser perfeitamente seu, tamanha a identificação com a mensagem e com as palavras escolhidas? Que isto acontece de vez em quando com qualquer um não é novidade. Agora é impressionante a relação que a gente tem com a obra de alguns autores em particular.

Meu primeiro encontro com a poesia de Alice Ruiz foi assim: um sopro de vida, um arrepio na alma, um estranhamento delicioso. Li aquelas palavras e pensei “gente, esta mulher plagiou meus pensamentos!” E fiquei profundamente feliz por descobrir depois que, ao contrário de outros grandes poetas que admiro, ela está muito viva e, espero, tenha ainda muitos anos de produção pela frente. Alice é viúva de outro grande poeta, Paulo Leminski, com quem teve três filhos.

Já estava devendo um post a ela e, hoje que consegui, encontrei este vídeo muito fofo baseado numa bela composição dela – que, inclusive, também foi gravada por Arnaldo Antunes. Esta versão é cantada por Lua:

Se tudo pode acontecer

Se pode acontecer qualquer coisa

um deserto florescer

uma nuvem cheia não chover

 

pode alguém aparecer

e acontecer de ser você

um cometa vir ao chão

um relâmpago na escuridão

 

e a gente caminhando de mão dada

de qualquer maneira

eu quero que esse momento dure a vida inteira

e além da vida ainda de manhã no outro dia

se for eu e você

se assim acontecer

 

se tudo pode acontecer…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s